Pages

terça-feira, 8 de junho de 2010

A super vaca




Há quem diga que a história que vou contar é mentira, mas eu não me importo, pois sei que é verdade.

Eu tinha uma vaca, seu nome era Verônica Shortus Amorican del Cimon.
Bem, eu sei que isso não é nome de vaca, mas é que eu me acho uma pessoa original, portanto não queria ter uma vaca com o nome de Mimosa, ou Clotilde é muito comum. A vaca Verônica não era uma qualquer,ela era a vaca.

Certo dia quando cheguei do colégio e fui contar para minha amiga vaca como tinha sido a amanhã , e como foi que eu falei com o Rodolfo pela 1° vez... ela não estava mais lá.
Eu abri a porta do curral bem de vagar, queria dar um susto nela. Carambola, onde que ela tinha se escondido?!

Fui então ver no pasto, também não estava lá. Fique preoculpada, tensa. Tinha mais tensão do que um fio inextível segurando um corpo de 150kg
Fui perguntar a minha mãe,me falara que não sabia e que talvez, a Verônica tivesse ido procurar um vaco. Não achei graça alguma e logo a corrigi, " não é vaco mãe, é touro. E ela não é nenhuma oferecida pra sair dando mole pra qualquer touro desssas bandas."

O dia já estava quase acabando e nada de mungidos familiares. Jantei, subi para o meu quarto, olhei pela janela toda a redondeza, nenhum ser branco com pintas pretas. Me ajoelhei na lateral da cama e pedi para Deusinho que trouxesse minha vaca de volta.

Nasceu o sol, tomei café e corri para o curral, era sábado não tinha aula. Fechei meus olhos e abri a porta do curral, e quando eu vi... nada, eu disse nada. Me perguntei porque não tinha dado um celular para ela, me senti mal por não ter acreditado nela na noite anterior, quando ela me disse que tinha super poderes.. eu ri, eu ri muito. Ela já estava querendo demais, era abusar da minha imaginação, eu já falava com vacas, agora acreditar num papo desse era demais. EPAAAAA!

então podia ser isso, talvez aquilo tivesse sido um aviso! Talvez ela fora levadar pelo Xavier do x-men. Tá, estava indo muito longe. Mas sabe aquela história de que a esperança é a última que morre, a minha não morria nunca. Eu queria minha melhor amiga de volta.

Mais uma noite sem desabafos. Jantei, subi olhei o céu pela janela e avistei uma coisa estranha..
era uma estrela cadente?NÃO. Era um meteoro? NÃO. Era o super -men? Não. Era a minha super vaca, era a Verônica! não acreditei, da mesma forma que vocês não devem está acreditando. Ela estava voando e eu besta,besta mesmo, olhando. Ela deu "tchau" e entendi que ela partia para salvar o mundo. Fiquei feliz e logo depois pensativa como ia contar ao meu pai que aquela vaca não tinha sido roubada e sim, tinha ido fazer seu trabalho, iria ajudar as pessoas.

o relógio tocou. Segunda, dia de ir para o colégio. Tomei café , corri para tv enquanto o ônibus não chegava.. começou a passar um desenho " Os heróis da fazenda", me lembrei do sonho que havia tido na noite anterior.
--------
Hoje tenho 25 anos, e podem não acreditar na história que contei.. há quem diga que é mentira, mas eu sei que eu tive em algum momento uma vaca que voava.. Aquele sonho mudou minha vida, não só aquele, mas todos os outros que venho tendo. Eu acredito nos meus sonhos, acredito tanto que desde minha infância não desisti de ter uma vaca que voasse.

e ai em cima está ela.
NÃO DESISTA DOS SEUS SONHOS POR MAIS IMPOSSÍVEIS QUE SEJAM.
VOCÊ ACHA QUE É IMPOSSÍVEL, DAÍ QUE TÁ, TUDO É POSSÍVEL, BASTA ACREDITAR.

3 comentários:

fernanda_castro9 disse...

a vaca Verônica foi atrás do vaco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk'
"olhei o céu pela janela e avistei uma coisa estranha..
era uma estrela cadente?NÃO. Era um meteoro? NÃO. Era o super -men? Não. Era a minha super vaca, era a Verônica!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
ri mt vey! adorei ;p

Anônimo disse...

Adoro suas historias...e tenho privilegio de ouvir antes de vc postar!a dorei `` a super vaca`` desde o inicio...
te amo priminha
Natalia

TamagotchiSuper disse...

haha, que interessante *-*